sábado, 18 de fevereiro de 2012

Regresso

De volta a esse mundo absurdo...
A viagem foi melhor do que eu esperava, experiências que não tenho nem como descrever (e prefiro guardá-las para mim, e somente dizer: "vá em frente e experimente-as você também...saia um pouco dessa sua "realidade", dessa sua maldita rotina e conheça o mundo)...pessoas que conheci que jamais esquecerei, e pessoas que eu quero sair, conviver, conversar, trocar idéias para o resto da vida.
Lugares novos, ares novos, pessoas novas, paisagens deslumbrantes...parece que as fronteiras do Brasil, ou até mesmo a divisa com o Paraná aqui do lado não deixaram que os problemas me seguissem, a mente ficou mais leve, o coração mais puro, e os sentimentos mais calmos...
Ser quem você é, e não o que as pessoas querem que você seja. A paz que senti, mesmo no primeiro dia de viagem dentro do ônibus, depois a emoção de ver a Cordilheira dos Andes de perto...ou melhor de detro, de baixo, de cima...de frente! Coração a mil. rsrs....
Sobre a viagem?? Somente digo que foi especial e inesquecível. Algo que ficará na minha alma para todo o sempre. Faz parte de mim agora...
A despedida? Doeu pois me encantei de tal maneira pelo pais e por tudo mais...mesmo porque o estresse de São Paulo que mata aos poucos não estava me assombrando naquele momento rs....

Voltei...de volta ao trabalho cambada!! De volta aos clientes, e a todo o desaforo desse povo sem educação a quem estou prestando meus serviços...
Vez ou outra a gente pensa, será que o que estou fazendo, realmente está sendo útil para algo? Isso realmente é vida?
Mas que diabos?!?! Trabalhar para comer? Isso é vida? As pessoas passam seus dias, de casa para o trabalho do trabalho para casa (piora se você for estudante!) e...o que está fazendo de sua vida?!!!!!?
Me desculpe, mas trabalhar para comer, e pagar as contas de casa somente, não é viver. Não, não é, e não sei o que pode ser. Trabalhar para gerar dinheiro, e manter uma coisa maior que continua te explorando, para que o país cressa... mas crescer para onde? Pra onde o mundo está crescendo? Para mim, está é afundando...crescendo para dentro de si mesmo...essa merda toda vai explodir isso sim, está se destruindo...apodrecendo, e levando todos junto.
A gente sente que não faz parte de lugar nenhum... onde quer que vá, não parece ser seu lugar. E você finge ser o que as pessoas querem que você seja, e você se engana, e você aceita isso para que talvez te aceitem... para parecer que você faz parte dessa loucura toda... você finge ser quem não é, mas no final das contas, você sabe quem é você?
Conversando com um homem que parei para conversar em um museu, ele me perguntou o que eu fazia, e eu disse que eu trabalhava, disse que era em uma gráfica, e que ficava o dia todo na frente de um pc, e ele retrucou: " Lo dia intero frente a un PC? y eso es vida?" hahahah pois eh, dei risada, eu gosto...mas vou confessar que me sinto muito mais leve com a Juriscleyde em meus braços...pra quem não sabe, Juriscleyde é meu violino rsrsrs....

Tantos lugares do mundo pra ver, tanta gente pra conhecer, amor pra viver, e a gente aqui, gastando cada minuto trabalhando, pra um dia (quem sabe) não precisar mais...mas e ai? ai, já não da mais tempo pra nada...




e eu? a que lugar pertenço?.....talvez ja saiba...talvez não.
Santiago é uma linda cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário